segunda-feira, 15 de março de 2010

CURIOSIDADES

1
Queridas (os)leitoras(es):


Durante esse verão escaldante,um acessório bem antigo,retornou ao cenário da moda com força total-o Leque-nosso velho e bom amigo dos dias mais quentes da História!Por essa razão ,eu, que sou adépta assídua desse acessório,resolvi postar essa matéria ,para homenageá-lo ,e citar algumas curiosidades sobre o seu uso.Espero que gostem,pois fiz com o maior carinho.
HISTORIA DOS LEQUES
View more presentations from Maria Gabriela Silva.






A origem dos leques é muito antiga e dá a volta ao mundo. Alguns foram encontrados nas tumbas dos faraós, outros em vestígios astecas, ou ainda na China e Japão. Os leques mais antigos, chamados de “flabellum”, eram feitos de folhas de lótus, penas de pavão, pintadas com cores vibrantes. Não podiam ser fechados e eram movidos por escravos.

Leque Francês


Foram os portugueses que trouxeram do Japão, na época dos descobrimentos, o leque tal qual o conhecemos hoje em dia: dobrável. Os navegadores lusitanos ficaram tão maravilhados com o novo modelo que importaram para Lisboa caixas e mais caixas de leques. A moda foi se espalhando pela Península Ibérica, mas conheceu o seu apogeu na Itália.
Com a ida de Catarina de Médicis para a Corte francesa, a moda do leque invadiu o resto da Europa.

Leque Espanhol


A moda dos leques foi evoluindo, ora com detalhes em ouro, madrepérola,, com reprodução de obras arte famosas, cenas da mitologia, letras de músicas e até mesmo propaganda política. O auge do uso dos leques com esses fins ocorreu durante a Revolução Francesa, quando textos revolucionários eram impressos nos mais finos leques que percorriam os salões elegantes.

Leque Francês


Nessa época, as mulheres, sempre tão controladas e reprimidas, logo inventaram uma linguagem dos leques para poderem se comunicar com seus pretendentes e amantes.

Linguagem dos leques

Eu te amo - Esconder os olhos com o leque aberto.
Aproxime-se - Andar com o leque, conduzindo-o aberto na mão esquerda.
Quando nos veremos? - Leque aberto no colo.
Não me esqueça - Tocar o cabelo com o leque fechado.
Siga-me - Segurar o leque aberto sobre a bochecha direita
Vamos marcar um encontro –Sobre a bochecha esquerda
Me deixe tranqüila – Leque fechado sobre orelha esquerda
Estamos sendo vigiados – Virar o leque fechado várias vezes na mão esquerda
Sou casada –.Se abanar lentamente
Sou noiva – Se abanar rapidamente
Me espere no local combinado – Manter o leque aberto e imóvel em frente do rosto
Sim - Apoiar o leque no lado direito do rosto.
Não - Apoiar o leque no lado esquerdo do rosto
Adeus - Abrir e fechar o leque.


Flirt do Leque (1908) - Henri Gilard Glindoni (1852 – 1913)
“Estas jovens estão a receber uma lição sobre o uso do leque com o objetivo de flirt. Algumas das alunas olham para o professor com ar apreciativo, mas as mães têm mais experiência.”


Com a emancipação da mulher, que começou a dirigir automóveis, fumar cigarro, trabalhar nas fábricas e escritórios, o leque passou a ser considerado totalmente fútil e seu lado útil foi esquecido. E também com a invenção do ar condicionado, não dá mais pra usar leques.

Mas como moda sempre volta, é bom aprender a lição direitinho...

..(Essa  segunda matéria sobre os leques,foi tirada do blog Faceirice)...............................................................................






1 Response to CURIOSIDADES

17 de março de 2010 03:46

Olá Regina,
Fico contente em saber que gostou da minha postagem sobre os leques. É sempre bom saber que o nosso trabalho agrada.
Pode pegar, sempre que encontrar alguma coisa que lhe agrade por lá.
Obrigada por me seguir o "Faceirice".
Bjs.

Postar um comentário